7 de fevereiro de 2019

Lista • 7 dicas para ler mais e melhor

Sabe aquela estante lotaaaada de livros que temos em casa, mas que parece receber cada vez menos visitas? Ela não sabe falar, mas se soubesse com certeza estaria nos julgando sobre como procrastinamos tanto para iniciar ou terminar uma leitura! Você já se perguntou o que poderia fazer para melhorar o seu rendimento literário? Eu me peguei nesse pensamento esses dias e resolvi traçar algumas estratégias para conseguir ler mais, e melhor. Vamos tentar juntos? :)

Inserir um novo hábito em nossa rotina nem sempre é fácil - ainda mais se tratando de leitura! Em tempos de audiobooks, resumos da internet e netflix, pode ser cada vez mais difícil afastar-se das tecnologias e comodidades do dia a dia para dedicar alguns momentos a simples leitura de um livro. Já fui uma leitora exemplar, daquelas que devoravam um livro atrás do outro. Mas alguma coisa aconteceu nesse percurso que deixou minha estante cada vez mais empoeirada e solitária. Após algumas reflexões, listei 7 atitudes que estou tentando aos poucos incorporar na minha rotina que podem me ajudar a ser uma leitora melhor.


1. Estabeleça metas

Uma dica que funciona muito bem para mim é criar "competições" comigo mesma. Por exemplo, se em um dia eu ler 10 páginas, me sinto desafiada a no dia seguinte ler 20 páginas, o que automaticamente me faz querer ler 30 páginas no dia posterior, e assim sucessivamente. É claro que com a rotina corrida nem sempre conseguimos manter o ritmo, mas manter um registro da quantidade de páginas lidas pode ajudar ao menos a fazer com que nosso ritmo não caia - mesmo que também não aumente. Experimente criar uma planilha ou fazer uma tabelinha em papel contendo os dias do mês e a quantidade de páginas que você conseguiu ler ao longo desse dia; alimente-a todos os dias com essas informações e vá acompanhando seu rendimento. Se no primeiro dia você conseguiu ler 15 páginas por dia e depois de algumas semanas viu esse número cair para 5 páginas, por exemplo, é sinal de que seu ritmo de leitura está decaindo. Com esse controle fica mais fácil visualizar sua rotina e entender as razões pelas quais perdemos o interesse pela leitura com o passar do tempo.


2. Leve um livro com você

Não importa se você está a caminho do trabalho, de uma consulta ao médico ou simplesmente indo comprar pão; sempre leve um livro com você! Parece besteira, mas o simples ato de carregar um livro consigo lhe dá maior contato com ele, e automaticamente, lhe dá a oportunidade de começar a ler em qualquer momento do dia. Conforme paramos para observar percebemos que não faltam ocasiões, por menores que sejam, para lermos pelo menos um pouquinho durante o dia. Revise sua mochila/bolsa e encontre um espacinho para um amigo livro. Se suas coisas estiverem muuuito abarrotadas ou o espaço estiver realmente limitado, experimente as versões pockets dos livros, que são baratinhos, mais leves e ocupam bem menos espaço. Considere também adquirir uma bolsinha só para o livro. A Saraiva vende ecobags lindas e pequenininhas, especialmente para guardar livros. Dessa forma seu livro fica seguro e sempre ao seu lado! Clique neste link e veja alguns modelos para comprar online. As sacolas que custam R$ 7,90 são exatamente do tamanho de um livro!


3. Evite as distrações
Sabe o seu smartphone? Ele é um grande vilão no combate à procrastinação literária. Afinal, quem não resiste a uma espiada no Facebook ou Instagram? O problema é que essa espiada pode se tornar uma rolagem infinita no feed e quando você percebe, já desperdiçou horas a troco de nada, vendo a felicidade (ou a infelicidade) alheia, que poderiam ter rendido várias páginas lidas. No meu caso, minha maior perdição são os joguinhos (tinha um milhão deles instalados no celular); sempre que estava voltando pra casa, pegava o celular e já começava a cuidar da minha fazenda ou gerenciar meu restaurante mulher de negócios só que não. Isso era ótimo, pois quando eu via já estava em casa (essa peregrinação ônibus-metrô-trem-ônibus que faço todos os dias pra ir e voltar do trabalho realmente me entedia muito), mas por outro lado, acabei percebendo que esse era um precioso tempo que eu tinha e que usava para outros fins - ao mesmo tempo em que vivia reclamando que eu "não tinha tempo para ler". Tempo a gente tem, galera! Só precisamos definir melhor nossas prioridades e assumir quais são nossos reais interesses.


4. Utilize bem o seu tempo
Essa dica pode ser um complemento da dica anterior. Faça um resumo de todas as suas atividades do dia, desde que você acorda, até a hora em que vai dormir. Vamos supor que você acorde e vá trabalhar - temos o espaço de tempo do transporte público para tentar ganhar algumas páginas. Levando o livro para o trabalho, você poderá lê-lo na sua pausa ou horário de almoço. Em seu retorno para casa, mais algumas horinhas no metrô/ônibus significam mais horinhas que podem ser preenchidas com leitura. Antes de dormir, ao invés de investir em atividades que deixam nosso cérebro muito ligado (como assistir TV ou jogar videogame), experimente ler um pouco - garanto que até seu sono será mais tranquilo! Há muitos pedacinhos do nosso dia que podem ser preenchidos com boas páginas e grandes histórias. Basta cada um descobrir onde estão esses pedacinhos em suas rotinas e utilizá-las da melhor forma possível.


5. Adapte-se ao seu ambiente

Cada pessoa possui preferências específicas de leitura: algumas conseguem ler em meio a muita bagunça, enquanto outras só conseguem ler enquanto estão em ambientes tranquilos. Infelizmente nem sempre podemos controlar o ambiente em que estamos, mas podemos tentar encaixar esses lugares ao que mais se adapta aos nossos gostos. Por exemplo: se você está em um ônibus lotado, várias pessoas falando ao mesmo tempo, sons de buzinas, carros passando e isso está incomodando sua leitura... tente colocar fones de ouvido em playlists bem calmas (música clássica pode ajudar bastante!), mesmo se você não estiver acostumado a ler enquanto ouve música. Isso irá te desconectar do mundo exterior e facilitará sua capacidade de concentração. Você pode usar essa ideia de trilhas sonoras a seu favor até mesmo em outros aspectos, combinando o tipo de leitura com a sonoridade da playlist; por exemplo, já imaginou ler uma obra de Tolkien enquanto escuta música celta? Isso colocará sua atenção em unicidade com a história lida, fazendo seu cérebro vibrar numa única sequência, o poderá lhe render grandes experiências!

Se você lê melhor enquanto está sozinho e em ambientes silenciosos, reserve um tempo durante seu horário de almoço para se afastar do pessoal do trabalho e dedicar alguns minutos somente a você e seu livro; esses pequenos momentos podem ser muito revigorantes para a loucura do nosso dia a dia. Observe-se e encontre sua melhor sintonia!


6. Varie os estilos literários

Nós mudamos o tempo todo, mesmo sem perceber. Isso inclui também nossos gostos literários, uma vez que podemos gostar de vários estilos de leitura com o passar dos anos e lermos uma coisa diferente de acordo com um período específico de nossas vidas. Por exemplo, quando eu trabalhava na seção de autoajuda da livraria, devorava todos os títulos relacionados ao tema. Claro que fazia isso em grande parte devido a minha necessidade de conhecer o gênero que eu vendia, mas aquela época realmente me fez gostar e respeitar as obras de autoajuda. O tempo passou e depois de alguns anos, percebi que tentava ler autoajuda como lia naquela época, mas as coisas pareciam não se encaixar como antes. E isso é completamente natural! Insistir nesse tipo de leitura só porque eu achava que era aquele estilo que eu gostava mais do que todos os outros era cansativo e até frustrante, o que me distanciou um pouco de todos os outros gêneros de livros! Eu ainda gostava de alguns autores e algumas ideias, mas me faltou percepção para entender que eu mudei. Minha vida era outra, e automaticamente, meus interesses também se renovaram. Quando comecei a buscar outros tipos de leitura, as coisas começaram a fluir novamente. Portanto, está tudo bem se você gosta de romance! Mas se em algum momento você acabar sentindo-se cansada e com menos motivação... tudo bem também se você quiser tentar algo novo! Por exemplo, experimente ler uma aventura, diferente de tudo o que você já leu antes. Quem vai saber se de uma leitura aleatória não poderá nascer sua nova paixão literária? Permita-se e renove-se! :)


7. Invista em versões pocket
Os livros pockets, aqueles que são menores que os livros em tamanho padrão, podem ser grandes aliados em nossa busca pela leitura perfeita. Eles possuem várias vantagens, que variam desde o seu tamanho (são bem menores do que os livros comuns), peso (claramente também são bem mais leves e menos grossos), preço (por serem menores, são mais baratos), e até mesmo em sua usabilidade, uma vez que certos livros podem ser muito desconfortáveis não só de carregar na bolsa, mas também de segurar durante a leitura. Pensem comigo: um metrô lotado, você de pé, segurando todas as suas bolsas, nem sempre terá forças ou espaço para segurar ainda um livro suspenso, que muitas vezes pode ser pesado e grosso. Vai deixar de ler por isso? NÃAAAAO! Livros pockets são bem mais versáteis e recomendáveis para carregar por aí, seja em viagens ou no próprio dia a dia, o que aumenta ainda mais suas possibilidades de leitura fora de casa. Algumas editoras como a L&PM Pocket (especializada em livros de bolso) e Zahar (que cá entre nós, tem versões MARAVILHOSAS de grandes clássicos em versão pocket) dedicam-se firmemente a publicação desse tipo de livro... pesquise quais são as suas preferidas e invista na sua estantinha de livros de bolso!


Espero que essas dicas ajudem vocês a serem leitores melhores, assim como eu também estou tentando ser. Se tiverem alguma outra dica, deixem seu comentário que adiciono no post, fazendo com que nossa lista fique cada vez maior. O mais importante de tudo isso é não nos deixarmos esquecer, apesar da rotina e da correria do dia a dia, dos leitores que somos e da nossa paixão mantida pelos livros. Se lembrarmos disso, as dicas serão meros detalhes - nossa admiração e amor fará todo o resto!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu interesse e disposição em comentar a postagem do blog!

Espero que tenha gostado de sua visita.
Volte sempre! :-)